Promoção de Natal

1 de mar de 2010

Hibernação Literária


Olá, queridos
Viemos dizer a vocês que, nesse momento, precisamos canalizar todos os sentidos para a conclusão do segundo livro da nossa Trilogia, e por isso vamos nos afastar temporariamente da blogosfera. Eventualmente, daremos notícias aos amigos sobre o projeto em andamento. Quando sentirem saudades, deixem recados que responderemos em seu blog, ok?
Obrigada por nos visitar!!!
Beijos
Cristina e Márcia

22 de fev de 2010

Sentimentos


"No fundo, o que todas as pessoas querem é apenas amar e ser amadas. Porém, é exatamente isso o mais difícil de acontecer hoje, pois vivemos numa civilização em que as emoções e os sentimentos são bloqueados".
Rolando Toro

10 de fev de 2010

Mantra do Amor



MANTRA DO AMOR

Todos os dias durante o seu banho
repita sem parar em voz alta, 
para que você mesmo possa ouvir:

EU ME AMO
EU ME PERDOO
EU ME ACEITO
EU MEREÇO TODO O BEM 
E ABUNDÂNCIA DO UNIVERSO!

31 de jan de 2010

Saudade...




"Os raios de luar atravessavam as copas das árvores que protegiam as flores do Templo. Desde que seu filho se fora, Yana escolhera aquele local para amenizar a saudade. Dali se descortinava o curso do rio, que fluía entre a mata, levando suas preces a águas distantes. Por ali Caled partira, e ela tinha a certeza de que seus sentimentos chegariam até ele, onde quer que ele estivesse.

Naquele dia, suas preces não foram tranquilas. Angustiada, pressentia que algo ruim estava para acontecer. Ao chegar ao jardim, um raio intenso azulado brilhou sobre seu peito, e ela sentiu um forte calor vindo de seu amuleto. Desceu rapidamente em direção à cachoeira, e com o amuleto em suas mãos, ajoelhou-se, mergulhando-o na água clara do lago.

A luz que irradiava da peça sagrada assumiu cores indescritíveis, e um arco cintilante abriu-se à sua frente. Instintivamente, levantou-se e o atravessou. O calor intenso anestesiou seus sentidos, e um turbilhão de emoções dominou o seu corpo. Ondas de cores giravam em torno dela com uma velocidade estonteante; instantaneamente, viu-se em outro lugar. " (...) - A Magia do Amuleto


23 de jan de 2010

Porque eu escrevo...



"Escrevo porque encontro nisso um prazer que não consigo traduzir.

Não sou pretensiosa.

Escrevo para mim, para que eu sinta a minha alma falando e cantando,

às vezes chorando... "

Clarice Lispector

11 de jan de 2010

Apanhador de Sonhos



"Você não pode destruir um sonho sonhado por mim." (Pensamento Chippewa)

(...) a função do Apanhador de Sonhos é afastar as energias intrusas, deixando-as presas no interior do objeto (teia de aranha). Devemos pendurar esse objeto posicionado-o ao alcance dos primeiros raios de sol da manhã, onde encontram-se as más energias que serão dissipadas pela força curativa do sol.

O aro externo do Apanhador de Sonhos representa a roda da Vida.
Na teia de aranha são tecidos os nossos sonhos, não somente os que temos quando estamos em contato com o tempo dos sonhos (dormindo), como também os sonhos da nossa alma e do mundo de energia em movimento (nosso cotidiano).
Já no centro da teia de aranha nos deparamos com o vazio, o "LUGAR DO ESPÍRITO CRIADOR"; "O GRANDE MISTÉRIO" (...)


http://umbilicum.blogspot.com/2009/04/o-apanhador-de-sonhos.html

A Sacerdotisa Yana e o Capitão Rodrigo

Capa do livro "Herança da Paixão", de Shannon Drake
Minha'lma de sonhar-te, anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver
Não és sequer a razão do meu viver, pois que tu és já toda a minha vida

Não vejo nada assim, enlouquecida
Passo no mundo, meu amor, a ler
No misterioso livro do teu ser, a mesma história tantas vezes lida

Tudo no mundo é frágil, tudo passa
Quando te digo isso, toda a graça
De tua boca bonita fala em mim, de olhos postos em ti, digo de rastro

Podem voar mundos, mover astros
Que tu és como um deus, princípio e fim."

Florbela Espanca